Alimentar uma cultura orientada à inovação traz inúmeros benefícios para sua organização, isso é fato. Tanto em aspectos de crescimento no mercado, quanto para aumento na valorização do ambiente interno, por exemplo.

Por outro lado, criar e fortalecer os pilares da cultura de inovação pode ser confuso para quem está à frente desta transformação cultural. Afinal, essa é realmente uma missão desafiadora, e que demanda motivação das equipes. E é por isso que quero apresentar uma ferramenta que pode fazer diferença para sua equipe: o Moving Motivators.

Mas antes de entrar na explicação sobre a ferramenta, precisamos fazer algumas reflexões. Pense comigo.  Se refletirmos bem sobre como promover a transformação e a cultura da inovação, vamos encontrar a resposta bem debaixo do nosso nariz. Ou melhor, a resposta está naquilo que nos cerca durante nosso dia, seja no trabalho, ou seja, em casa com nossos familiares e amigos. A resposta está nas pessoas!

O impacto das pessoas na transformação da cultura da inovação

Pessoas motivadas, inspiradas e engajadas impulsionam em um piscar de olhos tudo aquilo à sua volta. Assim,  o trabalho de mensurar e acompanhar a evolução da cultura de inovação se torna menos complexo. Melhor ainda: isso se torna um trabalho que perceptivelmente vemos a evolução das pessoas que compõem aquela cultura.

Quanto mais incentivarmos a autonomia das equipes por meio de metodologias ágeis, como mostramos neste link, por exemplo, esse processo de evolução cultural também se torna mais fluido, pois consequentemente o time se sente mais responsável pelos resultados. Esse pensamento vai ao encontro com a visão do escritor e especialista em inovação Jurger Appelo, que diz: 

“A gestão é importante demais para ser deixada apenas para os gerentes.”

Jurger Appelo criou o Management 3.0, um conceito que visa uma gestão mais humanizada para empresa com um dos objetivos de engajar os colaboradores. Isso porque, segundo ele, as pessoas são a parte mais importante de uma organização e devemos fazer de tudo para mantê-las criativas, ativas e motivadas.

Nesse sentido, nosso objetivo neste texto é compartilhar como podemos motivar a sua equipe (e você mesmo), a fim de impulsionar os resultados da sua organização por meio do o Moving Motivators, uma ferramenta criada pelo autor e especialista em inovação Jurger Appelo. Vem  comigo. 

Moving Motivators

O Moving Motivators aborda a identificação das motivações intrínsecas das pessoas, aquilo que genuinamente motiva sem ser algo físico ou material, ou em outras palavras, é a motivação que vem de dentro de cada um de nós. 

Quanto mais conhecimento temos de como nosso time se motiva, começamos a refletir se nossas ações no dia a dia são condizentes com o que eles precisam. Afinal, temos nossas necessidades e motivações intrínsecas também, mas elas nem sempre são similares às dos outros.

Nesse sentido, o Moving Motivators é baseado em dez motivadores, são eles:

  1. Meta: Meu propósito na vida se reflete no trabalho que faço.
  2. Relacionamento: Tenho bons contatos sociais com as pessoas do meu trabalho;
  3. Honra: Sinto orgulho de que meus valores pessoais se refletem na forma como trabalho;
  4. Aceitação: As pessoas ao meu redor aprovam o que eu faço e quem eu sou;
  5. Liberdade: Sou independente dos outros com meu trabalho e minhas responsabilidades;
  6. Curiosidade: Tenho muitas coisas para pensar e investigar;
  7. Poder: Há espaço suficiente para eu influenciar o que acontece ao meu redor;
  8. Status: Aposição que ocupo na empresa que trabalho é boa e reconhecida pelas pessoas que trabalham comigo;
  9. Maestria: Meu trabalho desafia minha competência, mas ainda está dentro de minhas habilidades.
  10. Ordem: Existem regras e políticas suficientes para um ambiente estável.

Eu mesma ordenei os motivadores acima conforme eu me sinto motivada. Para você pode ser diferente, o importante é você se conhecer a partir delas. E é exatamente por isso que estamos praticando o Moving Motivators. Afinal, se todo mundo fosse igual, motivar a equipe seria uma tarefa muito mais simples. 

Leia também: Abrace a diversidade para impulsionar a inovação

Como utilizar o Moving Motivators

Vamos juntos a um desafio. Proponho que seu próximo passo seja construir em grau de importância quais são seus maiores motivadores para os menores, e replicar essa atividade com seu time. Assim, eles irão exercitar o autoconhecimento. Peça  que eles façam individualmente, para evitar influências e para que eles internalizem e se conheçam de fato.

Observe que  não é porque o motivador ‘Ordem’ está como minha menor importância hoje, por exemplo, que necessariamente será sempre assim. A forma como nós nos motivamos é volátil de acordo com o tempo e o ambiente que estamos.

Para tornar a atividade mais atraente de forma visual e criativa, você pode montar cards inspirados em cada motivador e disponibilizá-la em um board virtual se sua equipe for híbrida ou remota, como mostra a imagem abaixo. 

Se sua equipe trabalhar presencialmente, você pode reproduzir cards físicos ou comprar os cards no site do Management 3.0, basta clicar aqui para acessar.

Após a atividade individual, é interessante refletir como os motivadores da sua equipe se relacionam, quais são os maiores e menores motivadores de forma geral e também promover uma discussão com o time para que cada um se expresse de como enxerga seus motivadores e conheça um dos outros.

E o que o Moving Motivators tem a ver com inovação?

A inovação começa com pessoas motivadas e esse pode ser o primeiro passo para promover um estilo de trabalho positivo e de oportunidades para elas. É o início de uma cultura de inovação. 

Leia também: Mais que post-its e startups, Cultura de Inovação significa mudanças em um mercado acelerado

Mas para que ele realmente tenha uma efetividade maior, você precisa aplicá-lo nas suas ações e incentivar que os outros façam o mesmo. É um exercício que demandará sua atenção mas que valerá muito a pena e que os resultados virão de uma forma mais rápida, com qualidade e feliz.

Vamos continuar evoluindo?

Foi ótimo tê-lo aqui comigo aprendendo sobre Moving Motivators mas nada de terminar por aqui! Nós da Haze Shift podemos continuar te ajudando a desbravar o conhecimento e a ressignificação da sua organização e do seu time. Afinal, se você está lendo esse post, enxerga a importância da equipe na potencialização dos resultados da sua organização. 

Nós da Haze Shift temos expertise nessa execução e ficaremos felizes em receber seu contato para alinharmos os ponteiros junto com sua organização. Clique aqui e contate-nos ou deixe um comentário neste blog post. Vamos conversar?

Escrito por:

Anna Flávia Alcantara Rodrigues
+ posts

Graduanda de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, ama trabalhar com pessoas e observar comunidades e por isso atua como Employee Experience Leader na Haze Shift