Project Description

Inova-San 2020: a transformação dos desafios de inovação em tempos de pandemia

Casos de Sucesso

“O Inova-san 2020 foi cheio de desafios e o principal foi transformar um projeto 100% presencial em 100% on line, em meio a pandemia. Mesmo com essa adversidade conseguimos bater a meta e acredito que o Inova-san, em sua segunda edição, se consolidou como um programa relevante  para a comunidade do Sul Fluminense. Conseguimos transformar o Programa para a Nissan como um produto que pertence ao DNA da organização como um todo no sentido de ajudarmos a sociedade com a educação empreendedora por meio da Inovação Aberta.”

Leilany Santos, Instituto Nissan

“Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.”

  • Cliente: Instituto Nissan

  • Trabalho: Inovação Aberta

Pelo segundo ano consecutivo, em 2020, nós da Haze Shift tivemos a oportunidade de sermos co-organizadores da 2ª edição do Inova-San, programa de inovação aberta e educação empreendedora promovido pelo Instituto Nissan no Sul Fluminense em parceria com a comunidade de inovação Rio Sul Valley. Entre inscrições e premiação, o desafio de inovação aberta durou oito meses.

O desafio Inova-San

O Inova-San 2020 teve divisão em três grandes temáticas. Os participantes deveriam apresentar soluções sobre Mobilidade Inteligente ou Meio Ambiente ou Saúde, com viabilidade para desenvolvimento na Região Sul Fluminense.

Diferente da edição 2019, quando o evento foi presencial, o Instituto Nissan teve um grande desafio: oferecer aos participantes uma experiência tão boa quanto o ano anterior (ou melhor) em um contexto da pandemia de coronavírus e resultados ainda melhores.

Com 100% de participação online, foram oferecidas 439 horas de conteúdo, entre mentorias, encontros virtuais, palestras, pitchs, lives, entre outros conteúdos.

Objetivos do cliente

Com uma das principais unidades do mundo em Resende, no Sul do Rio de Janeiro, a Nissan busca promover o ecossistema de inovação local. Assim, além de beneficiar a economia das comunidades no entorno, a Nissan pode promover sua sustentabilidade e alinhamento aos princípios ESG a partir de programas como o Inova-San. Ele está totalmente relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, especialmente no que se refere à melhorar saúde, educação e reduzir a pobreza, e também está conectado aos ODS de infraestrutura, produção responsável e trabalho decente

Além disso, a unidade da Nissan em Resende (RJ) tem potencial de produção de 200 mil veículos e 200 mil motores por ano, o que representa forte capacidade de geração de empregos diretos e indiretos na região Sul Fluminense. A partir de projetos criados em programas de inovação aberta, a organização busca melhorar a inovação tanto da empresa quanto para a comunidade.

Como trabalhamos a Inovação aberta

Para trabalhar o desafio de inovação aberta em um contexto de pandemia, nós da Haze Shift fizemos uma proposta de metodologia dividida em quatro etapas para o Inova-San:

  • Pré-projeto. Entre junho e agosto de 2020, estudantes universitários de graduação e pós-graduação e de escolas técnicas poderiam se inscrever e, por meio desta ferramenta da Taikai, que aproxima os inscritos, formar equipes multidisciplinares conforme os interesses e habilidades individuais. Ao todo, 250 times se cadastraram, quase 40% acima da meta.
  • Sparking Festival. Aconteceu entre setembro e o fim de outubro, e os times receberam uma trilha de formação de formação em Design Thinking, incluindo entendimento do programa e suas temáticas, ecossistema de inovação Sul Fluminense, geração de ideias e mentorias. As equipes participaram de três maratonas onlines de ideação (Ideathons) em três dias, com oficinas e mentorias simultâneas, em diferentes canais virtuais. Foram selecionados 21 times para a fase seguinte.
  • Feeding. Entre setembro de 2020 e janeiro de 2021, as equipes que avançaram para esta etapa receberam mentorias semanais e uma trilha de conteúdos com foco em modelagem de negócios. Os times receberam vários desafios para execução, sendo escolhidos nove classificados, que puderam apresentar pitches para os jurados do evento em um evento chamado Demoday. Após, a banca avaliadora selecionou três projetos de startups vencedoras do Inova-San 2020.
  • Growth: Como a proposta do programa é gerar negócios reais, nesta terceira fase as equipes vencedoras passaram por uma nova trilha de conteúdos com foco em aceleração. Por oito semanas, elas receberam mentorias técnicas e executivas, curso de extensão, matchmaking com outros negócios e incubação no CIETEC, além de participação no programa de graduação do Founder Institute. Os três times alcançaram seus objetivos para a construção de um protótipo de negócios.

Resultados

O Inova-san sensibilizou mais de 6 mil pessoas, sendo que 545 estudantes criaram mais de 250 times para desenvolver soluções. Participaram 19 instituições de ensino da região Sul Fluminense (com 50 professores envolvidos), além de dezenas de colaboradores e estagiários da Nissan, mentores e embaixadores do programa e líderes da comunidade de inovação Rio Sul Valley.

O programa levou aos estudantes mais de 150 mentorias oferecidas por 26 mentores ativos e entregou 700 certificados, totalizando mais de 8 mil horas complementares para os participantes.

As diferentes temáticas (Mobilidade Inteligente, Meio Ambiente e Saúde) proporcionaram a inclusão de uma grande disciplinaridade de cursos, sendo que na primeira fase eram 69,2% do nível graduação e 30,8% de especialização. Na segunda fase foram 70% de graduação, 5% de pós-graduação, 5% de mestrado, 4% de doutorado, 11% do ensino técnico e 5% de convidados.

Vencedores  do Inova-San

Ao final do desafio de inovação aberta, três startups venceram, sendo uma para cada categoria. Confira os projetos vencedores do Inova-San 2020:

Meio Ambiente – Aang company: A equipe desenvolveu um projeto para mitigar os riscos energéticos, ao criar uma turbina que produz energia eólica de ventos gerados por automóveis em rodovias e vias urbanas e dissipada de altas construções. A solução é capaz, por exemplo, de alimentar câmeras de segurança, radares de pedágio, semáforos e pontos de pontos telefônicos de emergência em estradas.

Saúde – Lótus: Com o objetivo de oferecer a mulheres a possibilidade de pedir socorro quando ameaçadas pelo atual ou ex-companheiros, a equipe criou um aplicativo disfarçado de app de ciclo menstrual com um discreto local para pedir socorro. O botão de pânico na tela informa a localização da vítima e envia uma mensagem de WhatsApp com pedido de ajuda para três contatos previamente cadastrados e grava todo o ambiente pelo microfone do aparelho.

Mobilidade Inteligente – Safe Speed System: Para blindar veículos de multas por excesso de velocidade e prevenir acidentes, a equipe criou um dispositivo limitador de velocidade que se ajusta automaticamente a cada trecho da via percorrido pelos automóveis. Além disso, o aparelho traz um GPS acoplado e coleta informações de serviço de rastreamento, telemetria veicular e de gestão de frotas.

Conheça mais sobre os três projetos vencedores

Impacto na comunidade e Net Promoter Score

Ao todo, o desafio Inova-san 2020 impactou 19 cidades da região, mostrando a capacidade de um desafio de inovação aberta para o bem das comunidades.

Uma avaliação feita com os participantes após o evento comprovou o sucesso do desafio de inovação aberta. Ao todo, 361 pessoas responderam e o Net Promoter Score (NPS), que possui pontuação de -100 a +100, ficou em +83. Isso coloca o Inova-San 2020 na Zona de Excelência de probabilidade de o participante recomendar o desafio para um amigo ou colega.

 

Inova-San – Inovação aberta e educação empreendedora da Nissan

Casos de Sucesso

  • Cliente: Nissan

  • Trabalho: Inovação Aberta

Pelo segundo ano consecutivo, em 2020, nós da Haze Shift tivemos a oportunidade de sermos co-organizadores da 2ª edição do Inova-San, programa de inovação aberta e educação empreendedora promovido pelo Instituto Nissan no Sul Fluminense em parceria com a comunidade de inovação Rio Sul Valley. Entre inscrições e premiação, o desafio de inovação aberta durou oito meses.

O desafio Inova-San

O Inova-San 2020 teve divisão em três grandes temáticas. Os participantes deveriam apresentar soluções sobre Mobilidade Inteligente ou Meio Ambiente ou Saúde, com viabilidade para desenvolvimento na Região Sul Fluminense.

Diferente da edição 2019, quando o evento foi presencial, o Instituto Nissan teve um grande desafio: oferecer aos participantes uma experiência tão boa quanto o ano anterior (ou melhor) em um contexto da pandemia de coronavírus e resultados ainda melhores.

Com 100% de participação online, foram oferecidas 439 horas de conteúdo, entre mentorias, encontros virtuais, palestras, pitchs, lives, entre outros conteúdos.

Objetivos do cliente

Com uma das principais unidades do mundo em Resende, no Sul do Rio de Janeiro, a Nissan busca promover o ecossistema de inovação local. Assim, além de beneficiar a economia das comunidades no entorno, a Nissan pode promover sua sustentabilidade e alinhamento aos princípios ESG a partir de programas como o Inova-San. Ele está totalmente relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, especialmente no que se refere à melhorar saúde, educação e reduzir a pobreza, e também está conectado aos ODS de infraestrutura, produção responsável e trabalho decente

Além disso, a unidade da Nissan em Resende (RJ) tem potencial de produção de 200 mil veículos e 200 mil motores por ano, o que representa forte capacidade de geração de empregos diretos e indiretos na região Sul Fluminense. A partir de projetos criados em programas de inovação aberta, a organização busca melhorar a inovação tanto da empresa quanto para a comunidade.

Como trabalhamos a Inovação aberta

Para trabalhar o desafio de inovação aberta em um contexto de pandemia, nós da Haze Shift fizemos uma proposta de metodologia dividida em quatro etapas para o Inova-San:

  • Pré-projeto. Entre junho e agosto de 2020, estudantes universitários de graduação e pós-graduação e de escolas técnicas poderiam se inscrever e, por meio desta ferramenta da Taikai, que aproxima os inscritos, formar equipes multidisciplinares conforme os interesses e habilidades individuais. Ao todo, 250 times se cadastraram, quase 40% acima da meta.
  • Sparking Festival. Aconteceu entre setembro e o fim de outubro, e os times receberam uma trilha de formação de formação em Design Thinking, incluindo entendimento do programa e suas temáticas, ecossistema de inovação Sul Fluminense, geração de ideias e mentorias. As equipes participaram de três maratonas onlines de ideação (Ideathons) em três dias, com oficinas e mentorias simultâneas, em diferentes canais virtuais. Foram selecionados 21 times para a fase seguinte.
  • Feeding. Entre setembro de 2020 e janeiro de 2021, as equipes que avançaram para esta etapa receberam mentorias semanais e uma trilha de conteúdos com foco em modelagem de negócios. Os times receberam vários desafios para execução, sendo escolhidos nove classificados, que puderam apresentar pitches para os jurados do evento em um evento chamado Demoday. Após, a banca avaliadora selecionou três projetos de startups vencedoras do Inova-San 2020.
  • Growth: Como a proposta do programa é gerar negócios reais, nesta terceira fase as equipes vencedoras passaram por uma nova trilha de conteúdos com foco em aceleração. Por oito semanas, elas receberam mentorias técnicas e executivas, curso de extensão, matchmaking com outros negócios e incubação no CIETEC, além de participação no programa de graduação do Founder Institute. Os três times alcançaram seus objetivos para a construção de um protótipo de negócios.

Resultados

O Inova-san sensibilizou mais de 6 mil pessoas, sendo que 545 estudantes criaram mais de 250 times para desenvolver soluções. Participaram 19 instituições de ensino da região Sul Fluminense (com 50 professores envolvidos), além de dezenas de colaboradores e estagiários da Nissan, mentores e embaixadores do programa e líderes da comunidade de inovação Rio Sul Valley.

O programa levou aos estudantes mais de 150 mentorias oferecidas por 26 mentores ativos e entregou 700 certificados, totalizando mais de 8 mil horas complementares para os participantes.

As diferentes temáticas (Mobilidade Inteligente, Meio Ambiente e Saúde) proporcionaram a inclusão de uma grande disciplinaridade de cursos, sendo que na primeira fase eram 69,2% do nível graduação e 30,8% de especialização. Na segunda fase foram 70% de graduação, 5% de pós-graduação, 5% de mestrado, 4% de doutorado, 11% do ensino técnico e 5% de convidados.

Vencedores  do Inova-San

Ao final do desafio de inovação aberta, três startups venceram, sendo uma para cada categoria. Confira os projetos vencedores do Inova-San 2020:

Meio Ambiente – Aang company: A equipe desenvolveu um projeto para mitigar os riscos energéticos, ao criar uma turbina que produz energia eólica de ventos gerados por automóveis em rodovias e vias urbanas e dissipada de altas construções. A solução é capaz, por exemplo, de alimentar câmeras de segurança, radares de pedágio, semáforos e pontos de pontos telefônicos de emergência em estradas.

Saúde – Lótus: Com o objetivo de oferecer a mulheres a possibilidade de pedir socorro quando ameaçadas pelo atual ou ex-companheiros, a equipe criou um aplicativo disfarçado de app de ciclo menstrual com um discreto local para pedir socorro. O botão de pânico na tela informa a localização da vítima e envia uma mensagem de WhatsApp com pedido de ajuda para três contatos previamente cadastrados e grava todo o ambiente pelo microfone do aparelho.

Mobilidade Inteligente – Safe Speed System: Para blindar veículos de multas por excesso de velocidade e prevenir acidentes, a equipe criou um dispositivo limitador de velocidade que se ajusta automaticamente a cada trecho da via percorrido pelos automóveis. Além disso, o aparelho traz um GPS acoplado e coleta informações de serviço de rastreamento, telemetria veicular e de gestão de frotas.

Conheça mais sobre os três projetos vencedores

Impacto na comunidade e Net Promoter Score

Ao todo, o desafio Inova-san 2020 impactou 19 cidades da região, mostrando a capacidade de um desafio de inovação aberta para o bem das comunidades.

Uma avaliação feita com os participantes após o evento comprovou o sucesso do desafio de inovação aberta. Ao todo, 361 pessoas responderam e o Net Promoter Score (NPS), que possui pontuação de -100 a +100, ficou em +83. Isso coloca o Inova-San 2020 na Zona de Excelência de probabilidade de o participante recomendar o desafio para um amigo ou colega.

 

"Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum."

CONTEÚDO RELACIONADO

VER TODOS